top of page

Bellini – O Primeiro Capitão Campeão
Giselda Bellini

Prata Editora

Projeto Gráfico, Diagramação e Capa, São Paulo, 2015.

Bellini foi o capitão da seleção na primeira vitória brasileira na Copa do Mundo, que aconteceu na Suécia em 1958. Foi bicampeão mundial em 1962, capitão da seleção na Copa do Mundo de 1966, além de ter atuado no Vasco, São Paulo e Atlético Paranaense.

Como se não bastasse, foi um ícone de uma época conhecida como “os anos dourados”. Considerado um dos jogadores de futebol mais bonitos de todos os tempos, Bellini estava tão presente no imaginário brasileiro da época como o presidente Juscelino Kubitschek, a Bossa Nova com Tom Jobim e Vinícius de Morais, Marta Rocha, a eterna miss Brasil ou, ainda, Maria Esther Bueno, a maior tenista da história brasileira.

Faça uma viagem no tempo e conheça o grande capitão através dos olhos de sua esposa, Giselda, que conta toda a vida profissional e pessoal do primeiro capitão campeão da seleção brasileira de futebol.


Prefácio de Pelé

A obra, de grande importância para o futebol e para a história do Brasil, tem prefácio assinado por Pelé, que descreve, de maneira emocionante, a trajetória de ambos no futebol e a amizade que os anos acabaram por fortalecer. Pelé conta, entre outras histórias, que Bellini esteve com ele, desde o início de sua carreira, até o seu último jogo como profissional, quando o Rei do Futebol se despediu em um inesquecível amistoso entre o Cosmos de Nova Iorque e o Santos, em 1977. Pelé fez questão da presença do antigo capitão naquele evento marcante.

"Bellini, capitão do Vasco, do São Paulo e da Seleção, passou à história do futebol brasileiro como um líder, um herói, um gigante. O que ele era. Mas faltava descobrir o homem que existia dentro desse super-homem. Agora, com o livro de Giselda, não falta mais."

bottom of page