top of page

O Zohar – O Livro do Esplendor 
Rabino Ariel Bension

Polar Editorial

Projeto Gráfico, Diagramação e Capa, São Paulo, 2008 e 2021 (décima edição).

O Sêfer ha-Zohar – O Livro do Esplendor, apareceu na Espanha no fim do século XIII e é a obra literária mais importante da Cabala, a tradição mística do judaísmo.

Muitos são os questionamentos com relação a sua real origem e autenticidade, porém a hipótese mais defendida atribui a sua autoria ao sábio Rabino Shimon ben Yochai (Século I). Independentemente disso, O Zohar integrou-se de tal forma na história do povo judeu que se tornou a referência máxima para os estudos cabalistas.

 

O seu aparecimento na forma escrita no século XIII na Espanha causou tamanho impacto na história da mística que passou a ser considerado um patrimônio da humanidade comparável a obras do porte do Corpus Hermeticum de Hermes Trismegisto, do Corpus Dionysiacum do Pseudo-Areopagita, dos autores “canônicos” do neoplatonismo (como Plotino e Proclo) e, bem posteriormente, das obras de Jacob Boehme.

Essa obra, lançada pela 1ª vez em 2006, era naquele momento inédita na língua portuguesa. A edição utilizada pela Polar das duas partes do Zohar foi publicada originalmente em inglês em 1932 pelo Rabino Ariel Bension (1880 – 1932), e ela contempla a terceira e quarta parte das edições completas do Zohar, conhecidas como: Idra Rabba (Grande Assembleia) e Idra Zuta (Pequena Assembleia).

bottom of page